Meti em minha irmã e gostei

Um conto erótico de André
Categoria: Heterossexual
Data: 01/02/2006 05:53:23
Nota 6.40
Assuntos: Heterossexual

Meu nome é André, tenho 22 anos e moro em uma casa na cidade de Belo Horizonte, Minas Gerais. Tenho também uma irmã caçula chamada Fernanda de 17 anos. Nunca fomos muito amigos, nunca soube muita coisa sobre ela e nem ela me deixava saber algo ou mesmo interferir em sua vida. Mas certo dia, eu ouvi uma conversa de minha irmã com uma amiga dela. Minha irmã falava de suas aventuras sexuais, sendo que algumas delas foram com amigos meus.

Sem que Fernanda queira, ela chama a atenção de todos que a vêem. É estranho o que pode acontecer a um homem a visão de um animal verdadeiramente sexual em sua frente. A natureza sexual da mulher tem sido cuidadosamente disfarçada – lábio, bunda e pernas são transformados, como uma plumagem colorida, em coisas que servem para distrair o homem em seu desejo e não para acentuá-lo.

As mulheres que são totalmente sexuais despertam no homem o desejo de penetrá-las imediatamente; as mulheres cujas roupa são apenas um recurso para tornar mais proeminentes certos pedaços do seu corpo, como por exemplo sutiã serve para realçar os seios; as mulheres que atiram o seu sexo em cima de nós, a partir de cabelo, olhos, nariz, boca, o corpo todo.

As outras... nós temos que procurar o animal que existe nelas. Diluíram-no, disfarçaram-no, perfumaram-no, de modo que acabasse cheirando como outras coisas – como o quê? Como anjos?

E tudo em Fernanda lembra o sexo. Seu sorriso proclama a sua sensualidade, relâmpago nos olhos, uma boca ávida, olhar provocante. Quando jogava cartas, não ficava sentada, impassível, o corpo privado de sensualidade, como as mulheres costumam se sentar, com a atenção no jogo. Era possível sentir, pela posição de seu corpo, pelo jeito como sua bunda se espalhava pela cadeira, que estava pronta para trepar. Os seios quase tocavam na mesa. Se Fernanda ria, era o riso sexual de uma mulher satisfeita, o riso de um corpo desfrutando de si próprio através de cada poro, de cada célula, sendo acariciada pelo mundo inteiro.

Desde que fiquei sabendo das suas aprontações queria vê-la dando, pois o que ouvi despertou em mim um interesse por ela, pois passei a vê-la com mulher e não mais como irmã, mas não consegui vê-la em suas aventuras.

Até que um dia, só estamos nós dois em casa, pois nossos pai tinham viajado passando dois dias fora de casa. Falei para Fernanda que iria sair e só voltaria à noite. Mas nada ocorreu como planejei e voltei mais cedo para casa. Quando entrei em casa, ouvi gemidos de minha irmã, gemidos que reconheci como de prazer. Logo imaginei do que se tratava. Era impossível não ouvir. Me aproximei da porta do quarto de minha irmã, a porta estava aberta. E então eu vi, como vi! Carlos, um amigo meu estava deitado na cama de costas, com os olhos semicerrados, e minha irmã, completamente nua, comportava-se como um demônio, galgando-o em frenesi de fome pelo corpo dele.

Fiquei paralisado pelo choque da cena; não obstante assimilei-a por completo. Suave, voluptuosa, Fernanda não apenas beijava o sexo de Carlos, como se agachava sobre a boca dele, e então lançava-se contra o corpo dele e roçava os seios, e ele estava de costas, hipnotizado pelas carícias dela.

Pouco depois fui embora sem ser ouvido. E tive ciúmes, mas não ciúmes de um irmão, mas de alguém que deseja uma mulher. E quanto mais me empenhava em apagar a cena em minha mente, mais ela penetrava em todo meu ser, tenaz, indelével, obsedante. Mas ao mesmo tempo aumentou meu desejo por minha irmã.

Mais tarde, quando voltei para casa, não acreditei nas mudanças, antes quando no rosto de minha irmã aparecia o desfrute, agora estava completamente sério.

Fui para o meu quarto e aonde me masturbei, enquanto estava pensando que eu transava com minha irmã. Mas logo veio o pensamento de que isso era impossível, visto como o incesto era encarado. Fui então para a sala de televisão, aonde estava minha irmã.

Sm dizer nada sentei no sofá ao lado de Fernanda na sala para ver televisão. Logo minha irmã começou a conversar comigo. Ela usava um vestido muito fino, que era mais um sachê, um mero invólucro para reter o perfume em seu corpo. Um perfume composto por vários perfumes, tão forte e penetrante, que eu fui capaz de captar todas as suas nuances – odor forte e amargo do cabelo; as gotículas de suor no pescoço; o hálito agridoce, como mistura de limão com mel; e, por baixo de tudo, o perfume da feminilidade que calor do verão despertara, tal como faz com o perfume das flores.

Meu desejo por minha irmã acabou por me dominar subitamente com violência, e eu puxei minha irmã de encontro comigo e ela deitou em meu colo. Senti seu corpo através do vestido fino. No mesmo instante lembrei-me de que ela era minha irmã e temi em ter problemas se tentasse algo com ela. Então o desejo que havia dentro de mim morreu.

Minha irmã espantou-se ao ver o que acontecia comigo bem no meio das tórridas carícias. Por sua expressão no rosto, ela não gostou de que parei as carícias. Ela continuou deitada, suspirando e olhando para o teto. De repente segurando-a pelos ombros beijei-lhe a boca rapidamente, como que por impulso. Ela resistiu um pouco admirada, mas logo cedeu e me cingiu pela cintura. Beijei-a longamente, sem pensamento, agora o braço sob a nuca, a outra mão estreitando-a contra mim, numa posse quase consentida. Quando soltei-a ela riu.

Fernanda então disse:

– Atrevido!

– Não pude resistir

– Que desculpa esfarrapada, André! – ficamos alguns segundos em silêncio e então minha irmã novamente falou: – Você sabe o quanto eu te amo irmão querido? Pois eu te amo muito, mas você nunca me deu chance de demonstrar isso, pois estava sempre sério e não me deixava chance de ser sua amiga e sua amante. E Você sabe que sempre quis transar com você, mas tinha medo de me aproximar, pois não sabia como seria recebida.

Nada falei e nos beijamos novamente. Depois ela ergueu o vestido, examinando-lhe as pernas. A visão de suas pernas, da calcinha branca tão pequenas que usava, o sexo que tinha sob seus dedos, tudo aquilo junto me excitou de novo, enchendo-me de desejo de pegá-la e violentá-la, tão molhada e submissa estava Fernanda. Então nos beijamos. Logo tirei-lhe o vestido e concentrei toda minha atenção nos seios de Fernanda, firmes e volumosos. Beijei-os e acariciei-os. Ela retirou minha camisa, colocou os seus seios de encontro com meu peito e esfregou-se voluptuosamente. Logo tirei minha calça e ela a sua calcinha. Levei-a então para o meu quarto. Chegando lá deitei-a ma minha cama.

O ciúme que tive ao presenciar minha irmã transando despertou-me um o desejo de transar com minha irmã. Eu estava como um animal, faminto em busca de cada sensação, de cada maneira de conhecer Fernanda. Beijei-a com avidez, mordi-lhe os lábios. Levei-a para o quarto e a deitei na cama, beijei seus pés, apalpei suas pernas, seu sexo, suas nádegas. Então movi-me para cima de Fernanda, enfiando o pênis em sua boca. Senti seus dentes pegando-o de raspão e gostei. Passei minhas mãos por todo seu corpo, os dedos por tudo, buscando-a conhecer por completo.

Ela atirou as pernas por cima de meus ombros. Ela ergueu-se sobre dos pulsos para melhor oferecer o seu sexo ainda mais a suas investidas. Em seguida ele se virou e colocou-se em cima dela, metendo o pênis por trás, com as mãos em conchas sobre seus seios, acariciando e metendo ao mesmo tempo. Eu era incansável. Não gozava. Mas logo Fernanda gritou:

– Goze agora, goze agora, goze agora, estou mandando. Meta em mim, como você nunca meteu antes.

Então comecei a meter com violência, avançando com ela para o crescente e selvagem ápice do orgasmo, e aí ela gritou, e eu gozei quase ao mesmo tempo. Caímos de costas na cama, aliviados.

Ficamos estendidos na semi-escuridão. Logo Fernanda começou a conversar comigo.

– Você sempre me desejou?

Confessei que sim.

– Por quê não disse antes?

– Por medo? Eu sei muito bem como o incesto é encarado. E tive medo de não só ser rejeitado, como de ser recriminado.

– Eu nunca iria te recriminar, pois não tenho nada contra o incesto. Para mim é burro ou mentiroso aquele que se escandaliza por ter eu ter transado com você. Não tem nada de intrinsecamente mau no incesto, é natural, artificial é a noção de incesto como mal. Ao longo da história da humanidade todo mundo sempre comeu todo mundo, é natural. Quando vi que você me pegou trepando com o Carlos notei em você um desejo por mim e tentei então tentei e consegui te seduzir. Só não fui mais sua amiga antes foi porquê temia como você agiria com ao meu desejo por você.

Ficamos conversando enquanto Fernanda se vestia. Eu enfiava a mão em baixo de seu vestido e comecei a acariciar de novo. De repente ficamos cegos de desejo outra vez. Ela ficou parada enquanto eu a acariciava. Eu agarrei-lhe a bunda com um aperto rude e então disse:

– Levante o vestido.

Ela encostou na parede, mexendo contra meu corpo. Pus a minha cabeça entre as pernas de Fernanda, prendendo suas nádegas com minhas mãos, passando a língua em seu sexo, chupando, lambendo até ela ficar molhada. Então tirei o pênis e a possui ali. O pênis duro e ereto como uma furadeira, metendo, investindo contra para dentro dela, enquanto ela estava toda molhada e dissolvida na minha paixão.

Desde então somos amantes e grandes amigos.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
31/01/2010 15:26:55
Pra começar, Jacinto, é sem aquele "s". quanto ao conto em quastão, fraquinho! precisa ter mais imaginação! e muita putaria na cabeça!
30/01/2010 18:03:35
Não gostei muito! Existe melhores mas fazer oq néh!xD
15/01/2009 09:36:46
ñ tem probema ñ kra>>>tenho 1 caso parecido, um dia meu pai e minha mão sairam me deixaram sozinhos com minha irmã>>>ai eu aproveitei!!enquamto ela dormia eu batia punheta e acariciava ela ate que ela acordou.. e disse o que esta fazendo e eu estou só te adimirando!!fiquei sem jeito ate que ela falow vem aqui perto de min ela pegou meu pau e chupava como se fosse um perulito>>e eu tarado fui logo sentando o pau na bucetinha virgem dela>>ahh foi gostoso d !!! e ate hoje cotinuo comendo ela>>ela e gostosa d . falow
04/12/2008 12:34:07
rrsrsr so tem viado nessa porra esse conto e uma merda copio de algum livro tem umas ai se dizendo hacker tudo viado encubado seus fdp
13/01/2008 09:07:46
ora existe um pau e uma buceta que fazer..sendo irmã, tia, prima,,a buceta quer pau então ne..
paga pau do genio jascinto pinto aquino
03/03/2006 04:34:28
eu sei é o mesmo que estou usando ele é uma pessoa que sempre entra nese site
JASCINTO PINTO AQUINO REGO
03/03/2006 04:33:37
naum tem problema sempre o meu ip vai dar na ksa de um alguem nunca iram me descobrir!!!!!
paga pau do genio jascinto pinto aquino
03/03/2006 04:32:21
vou sugerir uma coisa se mata cara!!!!
JASCINTO PINTO AQUINO REGO
03/03/2006 04:30:11
a propósito esqueci de lhe avisar que naum tem como vc querer roubar meu protótipo pq a segurança restringida e vc prescisará de um rt-/-er que só eu desenvolvi tente destruilo pelo bg=gb e monte um si/key pra poder destruilo mesmo assim prescisara de mais coisas ele é muito forte te uma evoluão de aproximadamente 78 anos da nossa época atual, só irá existir para pessoas normais em 2078 contando a partir de 2000 nem bill gates tem isto e posso destuir a microsoft inteirinha mas eu nao tenho um sistema que está faltando depois disso eu não sei o que fazer a muitas impossibilidades dentre 00000,1 por% de conseguir fazer isso com a microsoft que é a maior potencia hoje!!!
paga pau do genio jascinto pinto aquino
03/03/2006 04:22:01
seu filho da puta vou te matar agora tive que comprar outro pc seu cuzão peguei uma amostra de seu virus ainda bem que eu tinha um cej-11 que eu desenvolvi e ele deu certo nos primeiros instantes e depois ele o danificou!!!!!!!!filhooo daaa putaaaaa!!!!!!
JASCINTO PINTO AQUINO REGO
03/03/2006 04:17:50
uahuahauhauauha i agora se pc vai entrar em retalhação na hora que eu quiser vou lhe explicar eu desenvolvi um programa que se instala totalmente no seu hardware e resto (((primeiro o hdd na hora que vc trocar vai para a placa mãe depois na hora que vc trocar para o disco rigido e assim enfim tornando impossivel de vc usar seu pc e alguma peça dele sempre irá quebrar)))) eu desenvovi isto juntamente de um programa que se possa chamar superioridade ao linux e a nova cadeia de crackers invasivos e sem restrições no mundo da tecnologia!!!!!
paga pau do genio jascinto pinto aquino
03/03/2006 04:11:40
realmente vc se superou nesta mais está na hora de eu fazer meu jogo o seu denaut vai enfraquecer com o figh do got45y ( tomaaaaaa)
JASCINTO PINTO AQUINO REGO
03/03/2006 04:09:41
quer brincar de oklaft2*/ pelo imp do aic e perto do comp.exe denaut quero ver agora uhaahuahauuahauhah
paga pau do genio jascinto pinto aquino
03/03/2006 04:06:22
o.k.a.y dada a sequencia de um x.n1840/d (hehehe)
JASCINTO PINTO AQUINO REGO
03/03/2006 04:04:34
a tudo bem também ja te descobri sei quem vc é agora mas legal vamos manter contato pelo programa que eu instalei no seu pc. entre no pim do pc juntamente com as configurações e veja lá!!! é meio parecido com o cavalo de troia mas esta tudo tranquilo!!!!
paga pau do genio jascinto pinto aquino
03/03/2006 04:00:48
sim mas não se preocupe, vc me deu um baita de um trabalho na hora que vc me envadio mas está tudo bem!!!
jascinto pinto aquino rego responde
03/03/2006 03:59:17
como sabe que eu tenho 15? por acaso esse cara que eu acabei de reter do meu ip era vc?
paga pau do genio jascinto pinto aquino
03/03/2006 03:57:26
eu entendi o que você quis dizer é tipo assim: você tem uma horta vc vai plantar um alface ele leva um mês para nascer ai vc vai tira ele e monta outro. aqui funciona tipo de um chat, eu venho falo uma coisa ai vem outro questiona o que eu falei e depois de um tempo eu respondo de novo, é tipo de um chat só que não estantanêo!!!!legal vc é um dos meus e olha que eu tenho 50 anos e você tem 15
jascinto pinto aquino rego no momento ze
03/03/2006 03:51:09
Eu sou mais intelijegue cheguei a conclusão que esta sala faz parte de um campo de concentração parecido com a natureza em si. O mundo demorou milhares de anos para se formar completamente. E esta página que nós conversamos demora um certo tempinho para se formar em idéias expostas. Em questão ao assunto do texto é muito bom, o autor que no caso é o ANDRÉ devia estar em seu momento de sensualidade interna, isso resoluta em sua inspiração muito bem formada, não foi uma sensualidade agressiva foi aúrealistica!!!!parabéns
Tammy Neves
03/03/2006 03:05:17
Bom conto! bem escrito! mas porra! comer irmã é foda! vc só pecou aí! mas tirando o fato de ser sua irmã o conto é bom.

Online porn video at mobile phone


fime de porno mae e filhatrazano no banheropirocas grossas veiudas babando fotosfilho medico vai examinar o cu da mae e acaba em sexo insetoconto erotico funk peladadeixei meu tio chupar meu peito e ele ficou batendo uma no pau dwcasa dos contos dei meu cu e meu xoxotao inchado por rola sou putona taradapornodoido ninfetas pornodoido entrada c SR DE BGODEvelhofudendocomsobrinhamuler pega marido colocando prima pagando boqeteconto erótico dopando pra meter gostosolindo homemcoxa grossa dando pornoporteirogosandoxnxx porno gey contos eroticos novinho pegando priminho no riachocasadinha novinha dando abusetinha xxvideoconto erotico cinta ligas putameu padrasto me comeu e minha mãe participouirmanzinhas novinhas peladinhas no quarto d irmao1minuto xvideoshome fudeno vacaContos mendiga pornoenteada amostrando peitao p o pai na frente da mãeconto erotico gay o policial do girocorno que gosta de ouvir da sua esposa como ela aguenta uma rola de25 cm no cucontos eiroticos leilaporncontos eroticos casada viu pauzao do mendigocontos trai meu marido com um cara do pau grandedotado enfia baita pirocona inteirinha dentro, magrinha gemendo sem parar com o pauzão lhe rasgando todaquero ver as mulheres da xoxota inchada e aceitando o cavanhaquecontos de sogro metendo pau na noraesfregando no busao quando ela descuidou entrou na xanaContos eroticos a neta da vizinhaCoroa pelada trazia com marido estupra ela não reclama de nada ela ficacunhadinha novinha pega cunhado pelado no quarto e fica louca querendo f****Isac -Hugo |Contos Eroticos zdorovsreda.runovinha se masturbando pelo Cantinho da calcinha e g******contos tia dando o cu pro sobrinhoconto erotico pedreiro mauroXVídeos Kiko Chaves Chiquinha e dona Florinda chorandochutando a bucetinha da cunhada a força contoIsac -Hugo |Contos Eroticos zdorovsreda.ruvídeo porno mulher magra estuprada ofoca pó tarrado no sitioxerequihas. que. a. mule. temIncestoirmãoxirmãoeu queria assistir DVD pornô com as panteras com as mulheres com nome BeatrizSou mulher casada meu compadre me fodeucontos sexo gay faculdade roludoTopes fotos de menianas dormindo de shortinho atololado e com um penis fincado no meiodopou na masage e pasou o pau na bocae gosouporno estupro larissa piru grande de mais a mulher morreContos incesto dei pro meu filho mesmo gravidavideos arrancando a virgindade da novinha sem piedade que deu por dinheirocrentinhas encochadasrelatoeroticomorenajayrinho baiano no xvideos trqnsansoxvideo shortinho golado reladoconto erotico gay macho dominador gosta de maltratar viadoclip16 novinhas esguichandomulher com aberada da buceta toda esticada pra filha verContos eróticos gay meninos maldososcontos sexuais de traição de adulterio o socio do meu narido ta doido pra me comermeu genro deixa minhas calcinhas encharcadas de porracasetudo rasga buseta da novia aiiiiisografudeno com gerocontos eróticos de meninas de 25 anos transando com cachorro com calcinha preta com lacinhos vermelhoshomem comendo novinha de quatro puxando pela cintura metendo a vara e g*************negao que empurrou quarentta sentimetro na magrelaxvideo de prono da cigarraporno mhnha mae e irma sao putas 1 contocontos eroticos de caminhoneiros fudendo homens em posto de combustiveisnegao faz sexo forcado com a magrinha que ficou toda assadacontos de sexo depilando a sograchero a calçinha da amiga novinhaVelho grisalho que gosta de comer um cuzinho em campos dos goitacazes contos eiroticos leilaporn