o pensionato

Um conto erótico de will
Categoria: Heterossexual
Data: 08/10/2011 21:40:50
Última revisão: 08/10/2011 21:52:58
Nota 9.00
Assuntos: Sexo, Heterossexual

Primeiramente, quero deixar claro que este e meu primeiro conto e por este motivo posso deixar passar algum detalhe que vocês leitores assim como eu tanto apreciam, também que este e um conto real, onde apenas mudarei alguns nomes pra evitar algum tipo de problema.

Bom vamos aos fatos. Eu sou um cara como a maioria, não sou bonitão, mas tenho dado muita sorte ultimamente... Tenho pouco mais de 1,70 peso meus quase 70 kilos, não tenho tempo pra academias, pois estudo muito... Moro em salvador há um ano, me mudei para fazer faculdade e é nesse contexto que começa a minha maré de sorte...

Há três meses moro neste pensionato, aqui moram mais algumas pessoas inclusive a filha da dona do pensionato... esta que e o objeto do conto... A Carla, uma mulher que deixa qualquer um de boca abertade altura com seus 55 kilos bem distribuídos, branquinha, cabelos longos, e o melhor seios incríveis, os mais belos que eu já pude admirar em toda minha vida, uma carinha de inocente em seus 20 aninhos, um conjunto maravilhoso que o seu namorado deve apreciar muito, não são ele rsrsrsrs.

Acontece que nesses meses eu já vinha observando-a com muito cuidado, pois me sinto confortável aqui e não quero perder meu conforto por uma noite de sexo e prazer, como não sou de ferro muitas vezes me pegava trocando uns olhares, já cheio de desejo de possuir essa mulher maravilhosa. Acontece que a casa esse mês esta mais vazia que o normal, alguns moradores se mudaram e agora toda a noite me pego na sala assistindo TV e conversando amenidades com a Carla. Ela sempre vestida da mesma forma, short confortável e uma blusa qualquer destas de usar apenas em casa, o melhor que sem sutiã, muito gostosa sempre e é claro que ela já percebia meus olhares e minhas tão boas intenções.

Semana passada chega à chance que eu há tempos esperava, não sei o motivo, mas neste dia parece que algo conspirava, pois chego mais cedo da faculdade, às 9h, mas o normal e as 10,30h. Bendito professor mangeado rsrsrsrs. Chego em casa e depois de meu banho e tomar café vou à sala e La esta apenas ela sentada no chão estudando pra prova de sua faculdade, todos os outros haviam se retirado para seus quartos e eu meio com sono deixo me prender pelo seu corpo distraído em livros. Algo a incomodava, não sei se meus olhares ou o desconforto do chão, isso me deixava cada vez mais excitada, pois a cada minuto ela mudava de posição, quando ela coloca o livro sob o pufe e começa a ler de quatro meu instrumento já completamente ereto não cabe mais dentro de meu short, tento a cada instante me conter, mas isso e provocação, juro, só pode ser eu a olho e já meio ofegante, tudo que consigo falar e que deve esta meio desconfortável estudar daquela forma, um sorrisinho em meu rosto, assim a convido para sentar-se ao sofá que eu poderia ir dormir e eu a deixaria a vontade pra estudar... pra minha surpresa ao aceitar e concordar comigo ela diz que não atrapalho e que poderia ficar ali assistindo rsrsrs, ela se senta ao meu lado meu de costas pra mim apoiando o livro no encosto do outro lado. Seu corpo a menos de 10 cm do meu, agora já sentia seu cheiro... com mais alguns instantes e movimentações para obter um conforto na leitura seu corpo encontra o meu, não faço questão nenhuma de dar mais espaço e sua cintura agora toca a minha perna e parte do meu membro completamente duro que neste momento já doía,

Ela não parece perceber ou finge muito bem mesmo, e se encaixa cada vez mais sem esboçar nem mesmo uma palavra apenas uns suspiros de excitação... acabou todo o controle entre nos e neste momento seu corpo voutar-se contra o meu, com minha respiração em seu ouvido eu beijo o seu pescoço enquanto minhas mãos incontroladas e tremulas de adrenalina percorrem o seu corpo sem olhar em nenhum instante em seus olhos, sinto seus seios quentes e duros, enquanto ela solta o livro ao chão dando um instante de lucidez onde me contenho e olho em volta, pego o controle e diminuo o volume da televisão assim qualquer aproximação será percebida, ao se virar pra mim nos olhos se encontram e são a estada para nossas bocas em um beijo molhado e sedento, sei que ela quer isso tão quanto eu e que agora literalmente "fudeu tudo", pois será ali mesmo com 8 pessoas em volta, mas ira acontecer.

Seus braços me apertam, os meus lhe retiram a blusa e luz ilumina seus lindos seis os convidando em direção a minha boca, sugo cada um deles e cada centímetro e um caminho a ser percorrido por minha língua seu suspiro abafado apenas aumenta a expectativa. Enquanto a deito sobre o sofá retiro minha camisa, ela puxa os cabelos do meu peito, malvada os eu sequer posso reclamar, me aproximo e sobre ela agora beijo sua boca, pescoço, colo, barriga... Puxo seu short aos poucos enquanto ela levanta o quadril pra facilitar o processo, agora só uma calcinha pequena, mas confortável, toda molhada e com um cheiro de sexo já exalando pelo ar da sala, ao retirar um fio de mel se rompe e uma gota cai sobre sua coxa, esse sinal eu não iria perder, de boca aos poucos eu percorro sua coxa ate alcançar sua xoxota molhada que se contrai ao primeiro contato de minha língua... Com calma introduzo um dedo enquanto trato de impá-la, chupando seu clitóris enquanto a penetro, ela prende minha cabeça e puxa meus cabelos em um êxtase... esse e seu primeiro gozo da noite, por instante se recompõe e antes que se sinta satisfeita e me deixe na mão eu me levanto coloco uma perna sobre o sofá. Ela sentada logo entende o que eu quero, abaixa meu short com cuidado para o barulho do carrapicho não atraia atenção pra nos. Meu membro não mais estava na cueca então ele pula em direção ao seu rosto, brinco com ela ao passar ele por sua face enquanto ela segura em minhas pernas, ela abre a boca enquanto em minha maldade nego o doce à criança... ela abocanha a cabeça do instrumento com muita fome... Com a língua do lado da boca logo percebo que será maravilhoso, pois não são nem de longe o primeiro boquete dela, então a cada chupada e um delírio e minhas pernas tremem enquanto meus olhos perdido em prazer tentam se conter... retiro depressa de sua boca pois o gozo se anuncia e eu não quero parar só nisto.

Ela se levanta e nos nus no encontramos no centro da sala, desligo a luz e agora apenas as luzes da rua e a imagem de um filme escuro da TV iluminam a sala, num amasso maravilho vamos ao chão sem perceber, com as penas abertas ela me recepciona... enquanto a penetro sem camisinha, pois não dava pra ir no quarto pegar ne?... Vou devagar segurando meu membro e colocando ate o fundo em um vai e vem ritmado sem pressa nem desespero, este estava sendo a foda mais loca e mais gostosa de minha vida, eu não iria perder nenhum instante.

Viro-me cansado e agora e a vez dela controlar sobre mim primeiro sentada começa uma cavalgada, que desconfortável logo deita sobre mim, um movimento ritmado de mulher experiente quase me faz gosar em poucos minutos, mas o barulho natural desta posição no faz desistir... Agora de quatro tenho a visão do paraíso, sua lindo xoxota em minha frente com meu mastro apontado pra sua entrada que rapidamente a preencho totalmente... Essa será o ápice, pois o suor agora escorre pelo meu corpo e um cheiro de sexo torna a situação muito perigosa. Em estocadas fortes eu bombo cada vez mais rápido, pouco importando o barulho... ao contorce ela acusa o gozo, um gemido baixo me fez sentir que estava na minha hora... Eu aviso vou tirar baixinho por estava sem camisinha, seu olhar de completo desacordo me deixa tão feliz que meu jato de porra enche seu sexo em um gozo múltiplo de ambos, caio ao seu lado exausto, beijo sua boca, e sem uma palavra levanto pego as roupas e vou ao banheiro tomar um banho, pois já eram dois da manha e teria que trabalhar no dia seguinte.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
08/10/2011 22:54:31
Bom conto
08/10/2011 21:51:34
para contatos

Online porn video at mobile phone


pai chupa a buceta da filha e éla bufa de tezâoapaixonado por dois brutamontes da faculdade 12amigo picuto faz mulher d corno sangra rsfilme pornohem com seu caoPernambuco que as mulher que tira o short bem curtinho se oferecendo Boys novo aquelas coroas tambémContos eroticos estupraram minha mulher na minha frentecontos eroticos madura gosto de foder com caralhudospornô perguntando se a esposa aguenta duas rolasmorena d********* de ladinho atropeladacristiane dado abusrtagemendo que vai cagar enquanto toma pica no curealizando a fantazia de minha esposa de tranza comigo e outro homem çontos eroticosfazendeira flaga o piao da fazenda cumeno sua egua e fode com elevingando da metida contos analcontos de incesto mãe pede a filho que depois a Cona e o grelohomen batendo punheta nbanho e gemendo gostosocontos minha cunhafa de 12 anos chupo meu pintopornô conponba clandecontos eróticos gay o tratador de cavalocontos de sexomarido bebadojacsom viu a irma de chortinho nao resistiuporno doido deu cu pro treinador de basquetefudeno o cu da gordaxvideos de puto corneteira caseirasogra da cu p genro p nao engravida delecontos eroticos de putas e putos arrombadosdei pro entregador contosMeu marido era louco pra me ver com uma picona toda socada dentro de minha buceta e na minha bunda e eu fiz sua vontade!contos eroticos dei o cu pro negaoxvidio .com cahalho monstro arregasdaContos eróticos procurando aventura no clube de campominha irman adora pagar cofrinho xvideopassando protetor solar na teenzinha meti no cuzinho gratisEMYRZ- CASA DOS CONTOS EROTICOSconto de filha bando de biquine e acabou dando a bucetaDavizinho gritando de dor com negão bem dotadominha irmã não resistiu ver o meu pau duro e sentou nele com foeça videi porno incestoMulher novinha do clitóris gigante fundida pelo padrasto hora do café e brasileira mulher punhetou assaltante de ruaporno caiçaras mae tia rabuda transando primoirmao.ingravidando.irma.metendi.na.buseta.sem.camlsinhaConto erótic de Novinhas com dogContos me assustei com a quantidade de porra que meu padrasto despejou no cu da minha mãeiniciou programa travesti cuzinhocontos eroticos meninas de oito anos transando com cachorro com calcinha preta com lacinhos rosaxxvideo caseiro espiano a buceta cabeluda da subrinha lavano o cachorronovinha sendo massageada na buceta com lanjeri fio dental deixando se massagista abusar de sua bucetacontos eroticos o filho da vizinha cheirando minha calcinhacontos casada chantageada pelo porteirocomi o cu da gringa contoscontossexo de empregada eo filho da patroa notíciasConto erotico gay mijocontos pai sangue do cabacoxvideo pai italiano comendo o cuzinho da sua filhinha italianinha escondidoCármen e a patroa contos eróticosquero ver o vídeo da mulher da enxadinha perdendo a virgindade dela mulher beijandoMulherez arregassano o cuContos eróticos- bem novinha é desvirginada e grita de dorvídeo pornô comendo o c* da magrinha deitada transposiçãorapasinho bebo de cair leva no cu apuso estrupoflorinhas que novinha da bunda grande dando a b*****conto do pintinho do meu filhoconto erotico gay macho dominador gosta de maltratar viadofotos de gordas gostosas de cho tinhos amostran do abocetaX videos.flagras hmen dormindoengenheiro praia de nudismo relato eroticoxoxota da filhinha pretinhafedemo com 1minutoeu falei o homem que foi quietinho garrou a mulher à força dentro de casa escondida e estuprou ela f**** com ela transou com ela à forçabrincando escanchada contos pornoxvideos pai come a filha na frente da mae que noa teve coragem de fazer nadacache:_MajuMqpFnMJ:zdorovsreda.ru/texto/201704934 fudendo a matasrta