MEU PAI E MEU IRMÃO, AMOR E ÓDIO.CAP.5

Um conto erótico de CASADO BI
Categoria: Homossexual
Data: 11/02/2016 01:48:31
Nota 10.00

Fui para meu quarto arrasado pois eu tive culpa por meu pai ficar daquele jeito.

Na manhã seguinte seu rosto estava abatido triste percebi também que ele estava meio distante de mim como se quisesse me afastar dele, nos despedimos na porta do colégio com apenas um tchau sendo que ele sempre beija-me na testa.

Foi um dia terrível para mim no colégio não estava com vontade de ficar ali, ainda bem que deu o horário de ir embora.

Cheguei em casa e fiquei no meu quarto lembrando no que aconteceu e tentando não desejar mais isso.

No final da tarde meu pai chega ainda com a mesma expressão, mal falou comigo tentava puxar assunto mas ele respondia com respostas diretas sem muita conversa achei melhor não insistir.

Seguimos a rotina de sempre jantamos lavamos a louça guardamos só que um detalhe diferente aconteceu meu pai não quis ver tv. como sempre fazíamos depois da janta preferiu ir para seu quarto, sendo assim fui para o meu também.

Com a casa toda em silencio comecei escutar soluços vindo do quarto dele, levantei com todo cuidado e fui até a porta de seu quarto onde consegui escuta-lo chorar e falar.

_ Porque comigo, o que fiz de errado para acontecer isso comigo, como vou conseguir viver dessa maneira?

_ Isso não é justo é o pior castigo que um pai pode receber tenho que tirara esse sentimento de meu peito.

Do lado fora escutava tudo com os olhos cheios de lagrimas querendo entrar no quarto parar abraça-lo, fiquei até ele se acalmar depois fui me deitar, estava deitado sem consegui dormir quando o vejo indo ao banheiro, quando retorna ele para na porta de meu quarto e fica uns instantes me olhando finjo estar dormindo até que ele se vira e volta para seu quarto.

No dia seguinte eu não teria aula, fiquei em casa enquanto ele e Gerson foram trabalhar, no meio do dia Gerson aparece e vem me pegando pelo braço querendo que eu fosse para o quarto, não sei de onde tirei coragem para gritar com ele pela primeira vez.

_ Me solta se não vou começar gritar pedindo ajuda Gerson.

_ Tu tá ficando louco moleque quer ser rasgado na peixeira seu merda?

_ Pois então tente me levar para o quarto que tu vai ver se não grito.

_ Então tu vai gritar agora seu veadinho filho da puta e vai gritar muito porque vou te arregaçar na porrada.

Quando Gerson ergue a mão para dar um tapa na minha cara meu entra, e do mesmo jeito que entrou grudou no pescoço do Gerson, os dois começaram rolar na sala trocando socos tive que correr na rua e pedir socorro foi uma briga horrível tanto Gerson como meu pai estavam com os rostos sangrando, com muito dificuldade dois vizinhos conseguiu separa-los, Gerson gritava alto que ia nos matar que odiava nós dois.

Meu pai tentava escapar para bater em Gerson que o ofendia com vários xingos até que começou falar de mim.

_ Esse aqui seu velho do caralho fica te espiando pela tranca do banheiro, seu filhinho adora mamar minha rola quase todo dia eu soco rola no cu desse veado do seu filho logo é você que vai socar também é por isso que tu protege ele tá é doido para comer o cu de filhinho querido dele.

Eu chorava mandando Gerson calar a boca, o vizinho que segurava meu pai era muito mais forte que ele pois meu pai deu um empurrão no homem que o jogou contra a parede, meu pai foi para cima de Gerson derrubando ele e o vizinho que o segurava meu pai grudou no pescoço de Gerson e começou enforca-lo com as mãos.

_ Tu vai morrer desgraçado, tu não é mais meu filho eu vou preso mas te mato desgraçado.

Gerson estava perdendo a consciência quando os dois vizinhos conseguiram tirar meu pai de cima dele e levarmos para a rua deixando Gerson dentro da casa, eu agarrei nas pernas de meu pai para impedi-lo de entrar em casa só assim que ele desistiu e foi para a casa de nosso vizinho, meu irmão continuava a xingarmos e falar tudo que fez comigo em alto tom para todos ouvirem, com muito custo ele resolveu pegar todas suas coisas e sair de casa, depois que meu pai se acalmou que nosso vizinho nos deixou irmos para casa acompanhando-nos até lá e ficando conversando com meu pai por algum tempo.

Agora que tá só nós dois Antônio me diga é verdade tudo que ele falou de você, por favor não minta para seu pai é verdade Antônio?

_ Pai é sim mas não como ele falou, ele forçou eu fazer essas coisas com ele, seu não fizesse ele me ameaçava com uma peixeira e falava que ia matar nós dois e depois sumia no mundo.

_ Desgraçado vou matar ele custe o que custar eu acho ele e acabo com a vida dele.

_ Deixa pai ele se foi não volta mais e se tu matar ele quem vai me criar só tenho você meu pai.

_ Quero que tu me conte tudo que ele fazia com você Antônio não me esconda nada diga tudo tintim por tintim.

Não queria mas ele obrigou a falar então comecei contar em detalhes tudo que Gerson me fez e também falei que realmente o espiava tomando banho, os olhos de meu pai brilhavam de ódio seus suas mãos fechavam a cada detalhe que contava.

_ Só me diga uma coisa Antônio, tu achava bom ?

_ Claro que não pai só não te falei com medo dele cumprir a promessa de matar nós dois, não sei o que me deu hoje que tomei coragem de enfrenta-lo.

_ Vou falar com o irmão do nosso vizinho que é militar e a gente vai por seu irmão na cadeia, com o ódio que ele tá de tu é capaz dele acabar com você e se isso acontecer vou ficar louco Antônio e suas férias tu vai para seu padrinho em Fortaleza não vou deixar tu aqui só correndo perigo.

_ Mas é você vai ficar aqui só, ele pode querer fazer alguma coisa com você pai, deixa eu ficar aqui nas férias por favor.

_ Eu aguento com seu irmão agora tu não pode ficar tranquilo meu filho, vá se banhar enquanto arrumo tudo aqui.

Tomei um banho rápido para poder ajuda-lo arrumar a bagunça depois de tudo no lugar ele foi se banhar, quando voltou pegou as chaves do carro e fomos para minha tia contar o que aconteceu.

Continua.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
13/02/2016 01:57:41
Muito bom o conto por isso vou mandar um deis. Sou casado e morro de vontade de dar a bunda, apesar de não sentir atração por homem. Só sinto atração por picas. Gostaria muito de ser uma fêmea completa para outro macho e matar esse desejo escondido que tenho. Troca-troca tambem e bem vindo. Alguém interessado me mande mensagem... E-mail:
11/02/2016 21:40:30
Que situação! Espero que tenham se entendido. É muito triste esse ódio entre familiares.
11/02/2016 17:17:48
Essa relação de pai e filho é muito linda!
11/02/2016 15:00:47
MUITO BOM
11/02/2016 12:55:54
Espero que esse puto não faça nada! Muito bom.
11/02/2016 11:36:04
Adorei!
11/02/2016 10:27:44
Gostei era pro teu pai ter batido mais nele pra ele criar vergonha na cara dele goste tá bem legal bjs
11/02/2016 07:31:44
Adorando o conto. Abraços.
11/02/2016 07:30:33
Legal, ainda insisto pra um cap. narrado só pelo pai.
11/02/2016 04:31:22
.
11/02/2016 02:56:48
Muito bom

Online porn video at mobile phone


garotos novinho dançante carinhosa com um homemmeu filho me sondava deu cu do eu comtos eroticosmadastra x padastro fodendo enteados ninfetosxxvidos taty vaqeira sexoporno chantageada para fazer programa contoxxxvideos cunhada espeou sua irmã sair pra provocar .comxvideos negueo dotado comendo bebadasainnn amor sexocoroa pelada toda melada de margarinacontos eiroticos leilapornxvideo comendo a escrava fujona no troncoDo caralho-basquete-contocontos eiroticos leilapornxvideo gay minino bateno chutinho de cuecamae fodermo com o filhoconto gay ele se revoltou e tomou todasvideo porno irmao tarado meteu na irma sem camisinha acabou ingravidando elaminha mulher de peito e Tonzinho XVídeosmenina mãeporno da parra doi caraAlentejano velho caralhudomae coroa velha faz sexo com filho pistoludo grande gozoconto erotico minha namorada dançando funk com outroo namorado da minha filha contosconto erótico os pedreiros da obra me estouraram bem novinhatravesti lesbica contos eroticosporteirogosandofogosa nuonibuXvideos Lesbicas misturando com travesseiro morena.brasileira.dando.cu.e.dizendo.putari.mecoma.me.rasguevideo inversão porno sogra comendo o cu do geroCavalo pistoludo cabessudo sexonovinha gostosa nu chuveiroJulianacontos eroticos malv comendo as interesseiraconto gay o marrento do bairronovinha fodi a pirolabonecadoprazeconto zoofilia novinha e os cachorros Minas Geraiscasa dos contos "eu mudei por ela 4" mariscasa dos contos eroticos com sobrinhos chupador de bucetacontos eróticos adultos com anãozinhos taradoscontos eiroticos leilapornsessentona gostisa peluda pediupra gizar dentro duas vezes sem tirarna fila para o dentista e minha pica ficou dura conto eróticofesta de cdzinhas no cine porno 2017Contos eroticos elacarecapornodoido irma e irmao na cozinha mae viajovídeo de mundobicha dehomens vestido de saiasvideo porno fundeno cuzinho a fosaabaixa vídeo de sexo do escrava comendo a fazendeira no sítiomulheres fazendo porquisse no xvideo conto hot meu bisneto mamavaxvideo coroas tocando puendas em seus machosponodoidosogroBUCETINHA QUENTINHA, protegendo com sua BUNDA MARAVILHOSAcontos eroticos novinha fui bem fodida que até choreipeguei na cinturinha e soquei tudo sem ela perceber no cuzinho ai amor nao quero mais vc me maxhucou xvideoscontos pornôs vingança órfã gangbangcache:16t390C-nPAJ:zdorovsreda.ru/texto/201603559 erotico filha da um beijinho neleVideo de gatas baixinha troncuda cendo fudida a forca na xnxxpornocontoincestocontos eiroticos leilapornvídeo mulher se contorcendo muito apertada segurando a bexiga para não mijarsexo com as maos apoiadas no chao ela recebe uma delisiosa chapadaalivat xxxvídeopornôabaixarabaixarpornôconto erotico gay negao dominador gosta de maltratar viado brancoxvideo homem esperimentamdo mamar o pau de outroeduarda dando o cuzinhoas buceta sussurranteContos eróticos mulher caipiracumendo a tia fazendo unia pornodoido presa no cativeiro sem banho pornohistoria porno gay paguei um boquete pro anivesariantecontos que delicia comi o cuzinho de minha boneca!!!